Seguir:

Diálogo De Um Casal Apaixonado: O Ciúme

14 de fevereiro de 2012 por  
Arquivado em Colunas, Destaques, Diálogo De Um Casal Apaixonado

7.072 leituras
4 comentários

Passeando no parque…

— Amor, estou afim de um sorvete.

— Tem certeza?

— Qual o problema?

— Eu não tenho força para segurar esses dois animais aqui.

— Mas não vou levar nem dois minutos.

— Foi o que disse da última vez, só que de alguma maneira eles se soltaram e passamos a tarde inteira correndo atrás deles.

— Nossa, é verdade!

— E o pior que conforme corríamos e gritávamos, eles achavam que estávamos brincando e fugiam ainda mais!

— Bem que disseram que labradores são extremamente brincalhões.

— Então, esqueça seu sorvete!

— Tudo bem. Pena que o sorveteiro não deixa mais o Michael e o Jackson se aproximarem do carrinho.

— Se dois cachorros aparecessem do nada e me derrubasse com o carrinho, eu também ficaria muito brava.

— Não precisa falar nesse tom, amor.

— Desculpe, mas acho que você entendeu.

— Entendi sim, agora o que eu não entendo…

— Até que o dia estava tranquilo demais hoje.

— Posso continuar?

— Claro!

— Acontece que tenho notado uma coisa nos últimos dias e estou muito chateada com você.

— Comigo? Por quê?

— Não se faça de desentendida! Você está dando mais atenção pro Jackson que pro Michael!

— Eu?

— Você mesma! Não pensa que eu não percebi!

— Está na TPM de novo?

— Não se faça de vítima não! Está na cara que você gosta mais dele que do Michael.

— Ou você quer dizer que eu odeio menos ele que o Michael?

— Então você assume?

— Assumir o quê?

— Que existe uma diferença no seu afeto por ambos.

— É lógico que existe!

— …

— Amor, o Michael era um terror! Ele comeu tudo que eu mais gostava, destruiu a casa… O Jackson não deu nem metade do trabalho!

— Só que você precisa levar em conta que quando compramos o Michael éramos inexperientes.

— E daí? Isso não vai trazer de volta tudo que ele destruiu.

— Então esse é o problema? Você guarda mágoa do Michael?

— Mágoa de um cachorro? Só posso estar sendo vítima de uma brincadeira daqueles programas ridículos de domingo à tarde!

— Não tenta disfarçar minha acusação com uma piada de protesto!

— Tá bom, supondo que o assunto seja sério… Por que acha que trato o Jackson melhor que o Michael?

— Você não chama ele de vira-lata.

— Falta de oportunidade.

— Quando o Michael fica chorando e arranhando a janela de madrugada para entrar, você ignora. Agora o Jackson dorme quentinho na sala!

— O Jackson não tem tamanho para guardar a casa de madrugada e outra, o Michael também dormiu dentro de casa quando era filhote.

— Você não diz que vai transformá-lo em sabão quando faz ameaças.

— A mesma ameaça cansa, amor. É falta de criatividade.

— Você não o expulsa do sofá igual o Michael.

— Questão simples de espaço. O Michael ocupa quase que o sofá todo, já o Jackson ocupa meio espaço dele.

— Lógico, né? O Jackson ainda está crescendo.

— Então quando crescer, será expulso da mesma maneira!

— O tamanho não justifica tudo!

— Tudo não, mas justifica quase tudo.

— Eu não acho certo você promover esse tipo de rivalidade entre irmãos.

— Irmãos? Eles não são da mesma labradora, amor.

— Mas são irmãos em nossa família.

— E vem você com o papo de família…

— Somos como duas mães que adotaram dois filhos, tá?

— Claro! É exatamente a mesma coisa!

— Eles são dependentes da gente assim como filhos. Já conversamos sobre isso!

— Por favor, podemos parar com essa discussão boba?

— Não até eu entender qual é o eu problema com o Michael!

— Tá bom! E o que mais falta pra gente poder ir embora logo?

— Dessa vez você não vai poder negar ou inventar desculpinhas!

— E vem…

— Você nunca mais levou o Michael para passear depois que o Jackson começou a vir junto!

— Claro que sim! Nós até decidimos vir juntas para dar conta de segurar os dois!

— Mas você nunca mais segurou a coleira do Michael!

— Óbvio que não! O Jackson não tem a força dele, está achando que sou burra? Dessa maneira não faço muito esforço.

— Está me chamando de burra?

— De maneira nenhuma, amor!

— Você disse sim! Indiretamente, mas disse!

— Foi só o modo de falar, amor. Eu jamais te xingaria assim!

— Nem venha agradar agora!

— Mas eu…

— Você sempre magoa alguém! Primeiro o Michael, agora eu…

— Pela última vez, eu não quis te xingar e o cachorro não tem mágoa!

— Ah, é? Então por que ele ficou deitado na casinha dele a tarde toda depois que você gritou e mandou ele desaparecer da sala ontem?

— Porque ele não parava de pular em cima da minha sobrinha! A coitada mal começou a andar e o Michael estava atrapalhando!

— Mas ele ficou depressivo na casinha e só saiu de lá quando você foi falar com ele.

— Quando você me obrigou a pedir desculpas pra ele, né?

— Funcionou, não funcionou?

— Tá, eu admito que aquele dia parecia mesmo que ele estava magoado. Contudo, ele não está com ciúme do Jackson!

— Eu nem mencionei a palavra ciúme até agora, viu como você se entregou?

— Ah, eu desisto! Vamos embora, Jackson!

— Pode ir na frente! Quero só ver quando você descobrir que sente o mesmo pelos dois! Vai ter crise de remorso!

Mais tarde…

— Amor, lembra quando disse que éramos inexperientes ao comprarmos o Michael?

— Lembro.

— E concorda que hoje já temos experiência o suficiente para não cometer os mesmos erros, certo?

— Vá direto ao ponto, por favor.

— A senhorita esqueceu a toalha de time que comprou semana passada no varal e o seu anjinho cor chocolate transformou-o em vários pedacinhos.

— Eu não acredito! Achei que ele não seria capaz já que o Michael aprendeu a não fazer mais isso!

— Pensou errado!

— Cadê aquele vira-lata?

— Odeio dizer que eu avisei, mas…

— Tudo bem! Você venceu! Amor, me desculpe. Você estava certa sobre eu gostar mais do Jackson.

— Obrigada!

— E mais certa ainda ao falar da crise de remorso.

— Sério? Vai mesmo ficar com remorso por destratar o Michael?

— Não, mas com certeza vou ficar depois que matar os dois e lembrar que me custaram uma nota!

Leticia Ferrari

Estudande de educação física e escritora amadora. Coluna: Diálogo De Um Casal Apaixonado.

 

 


Comentários

4 comentários para “Diálogo De Um Casal Apaixonado: O Ciúme”
  1. Angels disse:

    Acho q ela ñ matou os cachorros ainda, pq ela sempre se lembra q foi ela q pagou. Mas um dia ela vai realizar esse sonho.kkkk
    Esses cachorros são terríveis. Vc está de parabéns. Não vejo a hora de vc postar mais um diálogo dessas duas. :D

  2. Patty disse:

    kkkkkkkkkk
    OMG! acho que ela tava na TPM mesmo pra ficar discutindo sobre o cachorro…
    Muito boa…

  3. rosicrisr disse:

    O rei do POP deve estar dando cambalhotas no alem com esses dois xarás desordeiros e essas duas mães malucas amo esse casal com esse filhos :D

  4. kissila disse:

    esse dois são demais,o Michael me lembra minha Fiona ela destrói tudo que ver pela frente kkkkkkkkkkkkkkk :lol:

Comente

Deixe-nos saber o que achou do artigo...

:D :) ^_^ :( :o 8) ;-( :lol: xD :wink: :evil: :p :whistle: :woot: :sleep: =] :sick: :straight: :ninja: :love: :kiss: :angel: :bandit: :alien:

 


Quem Somos | Imprensa | Contato | Anuncie | Arquivo

Destaques | Colunas | Histórias | Enfoque Cultural | Movimento | Chat | Rede